Arquivo da tag: Promoção Super Pet

Em Breve saiba quem é o(a) nosso(a) Super Pet! Aguardem!

AMANHÄ NO BLOG DA PET MED QUEM GANHOU A PROMOÇÃO SUPER PETS. AGUARDEM!

PARABÉNS A TODOS OS PARTICIPANTES, FORAM INCRÍVEIS AS HISTÓRIAS!

A  ENQUETE ESTÁ ENCERRADA!

PP_5Melhores

1 comentário

10 de abril de 2013 · 8:29 AM

Super Pets – Reta Final do envio de Histórias!

Estamos na reta final do envio de histórias para a Promoção Super Pet.

Você: Donos de animais, Veterinários, Protetores e qualquer pessoa que goste de animais pode participar.

Leia mais em https://petmed.wordpress.com/promocoes/

Os prêmios são o seguinte:

PRÊMIOS

1º Colocado: Brinde Especial (Camiseta + Caneca Personalizada) + Produtos Pet Med para uma instituição de ajuda aos animais (R$ 100 em produtos Pet Med) e Produtos Pet Med para o seu veterinário querido (R$ 100 em produtos Pet Med)!

 2º Colocado: Brinde Especial (Caneca Personalizada)

Participem!

Brasão Super Pet (Final)

Deixe um comentário

Arquivado em PROMOÇÃO

Super Pet – A História de superação de Lugano, seus irmãos e seus pais! Mais uma da Pet Med!

Por Leandro Toledo

A minha história não é muito triste, mas sim uma história de superação e de um amor desconhecido, pelo menos para mim. Ah, e em meio a isso tudo, salvamos uma meia dúzia de gatinhos!

Inicialmente gostaria de frisar que nasci e cresci num macro ambiente em que ninguéééém que eu conhecia tinha gato. Também, quando criança, sempre escutei que gato não era amigo de “Deus”. Quando “Deus” estava na “cruz” e sentiu sede, o cachorro deu água para ele, mas o gato urinou no copo de água e deu para “Deus” beber.

Memória fértil de criança, claro!, mas isso fez com que eu nunca tivesse muita “simpaticicidade” pelos pobrezinhos. Eu simplesmente vivia apartado deles.

Junte a isso o fato de eu ter uma enorme alergia dos “béchános”…e quem me conhece, sabe que estou falando a verdade. A garganta empipocava toda, chegava a dar falta de ar, os olhos pareciam que estavam com areia…era um verdadeiro “qui-pro-có”.

Pois bem, posto isto, vamos aos fatos.

Eu e minha esposa costumávamos fazer caminhada toda manhã em um condomínio de terrenos que ainda está em construção. É, portanto, um local não habitado.

No dia 17 de abril de 2012, ao darmos a 1ª volta no percurso, logo topamos com uma caixa de papelão. Imaginem o tamanho do nosso susto ao nos ver sendo seguidos por 6 gatinhos ABANDONADOS de +- 1 mês de idade. Foi um susto mesmo!!! Bom, aí acabou a caminhada e a calma, e deu-se início a um enorme desespero. Eu estava lá, com dó e cara de pirulito, e minha esposa estava desesperada, pois ela e sua família sempre tiveram muuuuuitos gatos, e ela sabia o trabalho que iria dar para doarmos todos os 6 gatinhos.

Mas não tivemos dúvidas….sequer titubeamos! Os colocamos na caixa de papelão, tampei com minha blusa de frio e fomos para casa, mais de 1 km distante dali, a pé, perguntando nas ruas se as pessoas queriam um gatinho. É claro que ninguém quis. E os gatinhos pareciam pipoca, tentando sair da panela. Foi um perrengue, eu e minha esposa, até chegar em casa, tentando colocar os gatos para dentro da caixa.

Demos leite, colocamos cartazes com fotos na cidade toda e no jornal local e, enfim, não foi muito difícil doar os 5 gatinhos em 1 semana.

É, eu disse 5 sim, pois minha esposa, malandrinha, já estava arquitetando ficar com um. E eu lá, todo inocente, até que a ficha caiu e fiquei novamente com cara de pirulito.

Mas, na verdade, a essa altura eu já estava completamente apaixonado, entregue, rendido por aqueles bichinhos, tanto é que eu disse que se fosse para ficar com um, deveríamos ter ficado com 2, para serem companheiros. Mas, por uma felicíssima coincidência, ontem a noite adotamos mais um, o Amalfi, em homenagem à Costa Amalfitana, lugar que eu e minha esposa tanto amamos.

Eu nunca pude imaginar que eles seriam tão limpos, higiênicos, sem cheiro forte, antialérgicos… rs , realmente ideais para se ter dentro de casa.

Bom, o nosso filho, sim, é o nosso filhinho, chama-se Lugano, nome escolhido por uma amiga nossa, a Cláudia.

Ele é o rei da casa, dorme em nossa cama, no ar condicionado, e tudo mais o que tem direito. Tem até um castelo, o schloss hohenschwangau, só dele, que em breve terá que dividir com o irmãzinho.

Essa é a minha história de superação, pois como uma veterinária disse que aconteceria, a minha trágica alergia foi curada em uma semana, pelo meu próprio organismo.

E a história de amor desconhecido se deve ao fato de não sequer imaginar que pudesse amar tanto um bichinho desses. O Luganinho simplesmente mudou a nossa vida, a minha e a da minha esposa. Ela é completamente, loucamente, endoidecidamente apaixonada por ele……..mesmo ele sendo, como ela mesmo diz, um “peste dos inferno”!

E se você tem uma história em que salvou um bichinho, participe de nossa Promoção e envie para o e-mail: promocao@petmedcirurgica.com.br sua história! Leia o regulamento na página Promoções do BLOG 

Você que é cliente e quer ajudar nosso projeto de responsabilidade animal, compre um adesivo da campanha:

6 Comentários

Arquivado em Campanha Responsabilidade Animal, PROMOÇÃO

Luciana da Pet Med conta sua linda história com Maradona! Conte a sua e participe da Promoção!

Luciana Gomes Bragion & Maradona!

Essa é a minha história e a sua qual é ? Participe!!!!
Eu costumava fazer caminhada, e acabei conhecendo um cachorro que vivia nas redondezas do clube de campo da minha cidade, ele era conhecido como Maradona, mas ninguém sabia ao certo se ele tinha um dono. Ao passar dos dias o Maradona se tornou meu companheiro de caminhadas e fizemos uma amizade muito legal. Após um período de chuva, no qual eu não fui caminhar algo aconteceu com o Maradona e um dia normal que voltei a caminhar, estacionei meu carro como de costume e de repente ele apareceu, estava arrastando a cabeça contra o chão e percebi um ferimento bem sério na sua orelha, assim que abri a porta do carro o Maradona entrou dentro do carro me pedindo ajuda, era como se ele falasse com o olhar. Oi, lembra de mim? Você me conhece, somos amigos. Me ajuda! Por favor!

 

O sofrimento dele era visível e aquele olhar jamais vou esquecer . Ele cheirava muito mal, havia muitos bichos, sangue e pus na sua orelha que já havia sido comida pelos bichos e já estava afetando o seu ouvido. Era um domingo, corri com ele para uma clinica veterinária, foi feito uma cirurgia e foi preciso amputar mais da metade da orelhinha dele. Levei-o para casa demos banho e passamos a cuidar dele no pós operatório. Foram dois meses de curativos, medicamentos, retornos ao veterinário e esse bichinho foi um doce apesar do seu sofrimento, mas devido a estar debilitado e nunca ser vacinado ele ficou doente, aí começou outra maratona, fizemos exames clínicos e de sangue e foi constatado que ele estava com a doença do carrapato, novamente medicamentos e cuidados, mas ele só piorava, chegou a ficar sem comer por 5 dias tomando soro diariamente, então, os veterinários fizeram mais exames ainda mais complexos e detectaram que ele havia adquirido sinomose. A situação era muito complicada ele estava praticamente rendido não se levantava, não comia, não tomava os remédios ele estava morrendo a cada dia. Mas eu não podia deixar aquele cão tão feliz que correia ao meu lado como se estivesse me escolhido para ser sua amiga. Fizemos a internação dele e após 4 dias ele começou a reagir, e então tudo começou a melhorar. Foram mais 2 meses de tratamento e ele se recuperou 100%. Hoje ele mora comigo, cuida de mim e eu cuido dele. Meu filho, Maradona, obrigada por entrar na minha vida!!!!

2 Comentários

Arquivado em Variedades

PROMOÇÃO Super PETs vem aí, SEGUNDA-FEIRA! AGUARDEM!!

Queremos desvendar o Super Herói dos PETs!  AGUARDEM!!!

Deixe um comentário

Arquivado em Divulgação, PROMOÇÃO