Arquivo da tag: Dog

Portal ZH – Mercado Pet se especializa para atender às necessidades e aos luxos dos bichinhos de estimação

por Luísa Martins – Portal ZH – imagem reprodução

 

12/05/2015 | 12h30min – Leia na íntegra clicando aqui!
Ofurô para relaxar, coleiras de cristal para ostentar, salão de festas para comemorar, motel para acasalar… não há o que não exista para agradar um bichinho de estimação. A franca expansão do setor (que confere ao Brasil o título de segunda economia pet do mundo, perdendo apenas para os Estados Unidos) é fruto de uma mudança da relação entre pessoas e animais domésticos — os últimos, cada vez mais humanizados. E o resultado é uma oferta de produtos e serviços tão especializados que chegam a suscitar a pergunta: tudo é mesmo necessário ou há exageros?
— Não existe mais aquela ideia de que os animais de estimação ficam do lado de fora da casa. Hoje, eles são entendidos como membros da família e, portanto, tratados como tal — afirma o empresário Rodrigo Albuquerque, sócio-diretor da Petland, uma rede de franquias de petshops.
17396511

Números do mercado pet

— Existem 33.480 petshops no Brasil, das quais 5% fazem parte de grandes redes
— O mercado pet cresceu quase 10% ano passado, em relação a 2013, com receita estimada de US$ 98 bilhões
— O Brasil é o segundo colocado no ranking (perde apenas para os EUA), com 8% do mercado mundial.
— O segmento de serviços representa 15% do mercado pet brasileiro
— O total da cadeia produtiva do mercado pet em 2014 foi estimado em R$ 20,2 bilhões
— No Brasil, há 640 canis, 358 gatis e mais de 6,5 mil criadouros de aves, répteis e outros animais, ultrapassando 480 mil empresas ligadas à criação de animais.
— No Brasil, o gasto médio mensal com animais de estimação é de R$ 315 para cães de grande porte, R$ 133 para cães de pequeno porte, R$ 84 para gatos, R$ 25 para roedores, R$ 18 para peixes e R$ 15 para aves.

(Fonte: Instituto Pet Brasil)

Leia na íntegra clicando aqui!

Anúncios

Deixe um comentário

Arquivado em Variedades

Por que os cães vivem menos do que as pessoas? Um garoto de 6 anos respondeu!

Fonte:  Regina Villela – Mídia: Facebook

Para reflexão!

Por que os cães vivem menos que as pessoas?.

Aqui está a resposta (por uma criança de 6 anos):

Sendo um veterinário, fui chamado para examinar um cão irlandês de 13 anos de idade chamado Belker.
A família do cão, Ron, sua esposa Lisa e seu pequeno Shane, eram muito ligados a Belker e esperavam por um milagre.

Examinei Belker e descobri que ele estava morrendo de câncer. Eu disse à família que não poderia fazer nada por Belker, e me ofereci para realizar o procedimento de eutanásia em sua casa.

No dia seguinte, eu senti a sensação familiar na minha garganta quando Belker foi cercado pela família. Shane parecia tão calmo, acariciando o cão pela última vez, e eu me perguntava se ele entendia o que estava acontecendo. Em poucos minutos, Belker caiu pacificamente dormindo para nunca mais acordar.

O garotinho parecia aceitar a transição de Belker sem dificuldade. Sentamo-nos por um momento nos perguntando por que do infeliz fato de que a vida dos cães é mais curta do que a dos seres humanos.

Shane, que tinha estado escutando atentamente, disse:” Eu sei por quê.”

O que ele disse depois me espantou: Eu nunca tinha escutado uma explicação mais reconfortante que esta. Este momento mudou minha maneira de ver a vida.

Ele disse:” a gente vêm ao mundo para aprender a viver uma boa vida, como amar aos outros o tempo todo e ser boa pessoa, né?”

” Bem, como os cães já nascem sabendo como fazer tudo isso, eles não tem que ficar por tanto tempo como nós.”

O moral da história é:

Se um cão fosse seu professor, você aprenderia coisas como:

* Quando teus entes queridos chegarem em casa, sempre corra para cumprimentá-los.

* Nunca deixe passar uma oportunidade de ir passear.

* Permita que a experiência do ar fresco e do vento, na sua cara, seja de puro êxtase.

* Tire cochilos.

* Alongue-se antes de se levantar.

* Corra, salte e brinque diariamente.

* Melhore a sua atenção e deixe as pessoas te tocarem.

* Evite “morder” quando apenas um “rosnado” seria suficiente.

* Em dias quentes, deite-se de costas sobre a grama.

* Em um clima muito quente, beba muita água e deite-se na sombra de uma árvore frondosa.

* Quando você estiver feliz, dance movendo todo o seu corpo.

* Delicie-se com a simples alegria de uma longa caminhada.

* Seja fiel.

* Nunca pretenda ser algo que não é.

* Se o que você quer, está “enterrado”… cavoque até encontrar.

E nunca se esqueça: ” Quando alguém tiver um mal dia, fique em silêncio, sente-se próximo e suavemente faça-o sentir que está aí…

 

Deixe um comentário

Arquivado em Variedades